O SAL nosso de cada dia.

Quanto falamos de sal, aqui nós pensamos em unicamente cloreto de sódio, ou vulgarmente o nosso salzinho de cada dia.

Encontrado mas prateleiras de todos os mercados do Brasil.

Mas se formos analisar toda a cultura do sal, descobriremos que o nós estamos a anos luz atrasados de outras culturas.

O sal que nos serve como condimento básico para realçar o sabor dos alimentos é encontrado em diversas culturas do mundo sob os diferentes aspectos e diferentes maneiras de processos.

Vou mostrar alguns sais que não chegam em nossas prateleiras, mas que podem ser facilmente achados nos mercados mundiais ou então no Ebay, bastando fazer uma busca tímida para o nome “salt”

1 – Applewood Smoked Sea Salt

É um sal marinho que utiliza madeiras “sweet applewood” para dar um sabor todo especial de defumado a esse sal.

A madeira envelhecida da applewood é uma das mais populares madeiras usadas nos processos de defumação e cria um sabor delicioso. Diferente dos defumados tradicionais esse sal possui um sabor leve o que pode dar a ele uma característica muito versátil podendo ser utilizado em Carnes de porco, linguiças, presuntos e também em peixes.

 

2 – Murray River – Pink Flake Salt

Os cristais de sal do Rio Murray são como se fossem flocos de luz com sua cor delicada de pêssego.

Possui um sabor leve e delicado e sua textura aliada a sua cor torna-o ideal para ser um sal de acabamento.

Os cristais de sal derretem rapidamente e de maneira uniforme o que faz dele um sal muito versátil, podem usar em cozidos e assados.

O Rio Murray é o maior dos rios da Austrália. A fonte de sua água é a neve Alpes Australianos. O sal é um recurso natural em muitas paisagens australianas. Baixa precipitação da bacia Murray-Darling e evaporação alta combinaram de se concentrar sal em águas subterrâneas. Este sal é produzido naturalmente das salmouras subterrâneas na bacia do Rio Murray . Um pigmento vermelho, caroteno, é segregada a partir da alga tolerante do rio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

3 – Bali Pyramid Salt

A ilha indonésia de Bali tem uma paisagem exuberante, clima temperado, e é rica em cultura local colorido.

Bali Pirâmide Sea Salt é uma experiência de sal verdadeiramente exótico e único.

Os flocos possuem uma geometria piramidal o que confere ainda mais uma característica exótica.

Seus flocos são colhidas jovens durante o período das manhãs quentes e tardes chuvosas, garantindo uma pequena forma de pirâmide oca e sabor sutil.

Por possuir sabor muito suave e sutil é excelente para peixes e frutos do mar em geral, sopas e bebidas

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

4 – Fleur De Sel de Camargue

Flor de sal é um sal marinho recolhido à mão por trabalhadores que raspam apenas a camada superior das salinas antes de serem inundadas.

Sal tipicamente francês e tradicional, flor de sal é recolhido ao largo da costa da Bretanha, principalmente na cidade de Guérande (Fleur de Sel de Guérande sendo o mais venerado ), mas também in Noirmoutier, Île de Ré e Camargue.

Por ser um produto artesanal e devido a sua relativa escassez e sua maneira intensa de trabalho tornou-se um dos mais caros sais comercializados

O produto não é exclusividade da França, sendo também produzido em Portugal e Espanha. No Brasil também é produzido na bacia tradicional de Mossoró, no estado do Rio Grande do Norte, embora não com os mesmos padrões como o produto europeu, e iodado, como determina a legislação brasileira para todos sal destinados ao consumo humano

É muitas vezes um pouco cinzenta devido à areia recolhida no processo de colheita do sal das panelas. Na ocasião, a presença de Dunaliella salina (um tipo de microalgas rosa comumente encontradas em água salgada) pode dar-lhe um tom rosa claro. É geralmente vendido em frascos selados.

Flor de sal mineral tem mais complexidade do que o sal de mesa comum.

Este slideshow necessita de JavaScript.

5 – Cyprus White Large Flake Sea Salt

Sal do mar Chipre é um cristal de froma piramidal de cor branca feito a partir da evaporação natural na regiao mediterrânea de Chipre. Os cristais não possuem nenhum aditivo e também não é iodado. São flocos naturais advindos do mar e feitos de maneira tradicional.

A água do mar é canalizada através de uma série de lagoas ou em lagoas rasas. A água é então alimenta grandes panelas, onde é aquecido lentamente até se formarem cristais delicado pirâmide.

O processo de produção pode demorar até dois anos, a fim de alcançar o equilíbrio perfeito de tempo e temperatura para criar a textura e sabor à direita.

É um sal extremamente forte e deve ter cuidado ao ser usado para não estragar todo o encanto da comida.

Este slideshow necessita de JavaScript.

6 – Southern Italy – Mediterranean Sea Salt

sal6mediterraneo1

 

Sal produzido no Sul da Itália, onde vem sendo produzido dede o ano 200 Antes de Cristo.

O sais advindos do mar mediterrâneo são conhecidos pelo seu magnífico sabor e seus lindos e brilhantes cristais brancos. Rico em magnésio que funciona como um agente anti-aglometante.

É um sal de extrema qualidade.

Sua textura é um sal ideal para acabamentos e finalizações de pratos.

 

7 – India Black – Kala Namak Mineral Salt – Black sulphur salt

Também conhecido como Sal preto de sulemani Namak ou Sal preto indiano, é um condimento salgado e picante de cheiro usados no Sul da Ásia. O condimento é composto em grande parte de cloreto de sódio com várias impurezas que emprestam o sal a sua cor e cheiro. O cheiro é principalmente devido ao seu teor de enxofre. Devido à presença de Greigite (Fe3S4, ferro (II, III) de sulfureto) no mineral, possui uma cor rosa acastanhado até a cristais violeta escuro translúcido quando todo e, quando moída, é a púrpura clara com tons rosas.

Kala Namak (sal negro) é amplamente utilizado em cozinhas asiáticas sul de Bangladesh, Índia e Paquistão como um condimento ou adicionado a chaats, chutneys, todos os tipos de frutas e muitos outros saborosos petiscos indianos.

Chaat masala, uma mistura de especiarias indianas, é dependente de sal negro pelo seu aroma característico de ovo cozido sulfuroso. Aqueles que não estão acostumados a sal negro, muitas vezes descrever o cheiro como semelhante ao de ovos podres. É usado, por exemplo, para temperar tofu para imitar uma salada de ovo

Kala Namak (sal negro) é considerada uma especiaria de resfriamento na medicina ayurvédica e é usado como laxante e ajuda digestiva. Acredita-se também que serve para alívios intestinais e azia. É utilizado para curar bócio na Índia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

8 – El Salvador – Qab-nab Taab – Hand harvested sea salt

sal8salvador1

Sal do mar tropical formou-se a partir de água do mar preso em lagoas artificiais. Tais lagos são santuários naturais de solo vulcânico e rico em minerais.

Água do oceano é filtrada naturalmente e capturada nas salinas naturais e evaporada, dando grande sabor e alto conteúdo mineral. O sal é colhido a mão para remover apenas a camada de topo.

Depois de colhido é moído em moinho de madeira, onde então é comprimido para um tamanho fino, mantendo uma pequena porção de água do mar para garantir sabor rico e vestígios de minerais.

O sal é feita de uma forma que proteja o meio ambiente local e melhora o sistema ecológico local.

Sal perfeito todos os tipos de cozimentos, adere-se muito bem em vegetais frescos, assados, carnes e peixes grelhados e em pães artesanais.

9 – Hawaiian Red Alaea Sea Salt

Sal marinho tradicional havaiano usado para temperar e preservar alimentos. Por não ser um sal processado é encontrado dentro dele oligoelementos naturais da água do mar, além de ser um sal muito rico em minerais. Uma pequena quantidade de argila avermelhada colhida dá a esse sal uma tonalidade única e o enriquece com óxido de ferro.

Tradicionalmente havaianos usam o sal alaea em cerimônias para limpar, purificar e abençoar as ferramentas e canoas, bem como, em rituais de cura para fins medicinais.

O sal sabor único e agradável e seu sabor é muito versátil sendo ótimo para assar carnes ou grelhar. É o tradicional e autêntico tempero para pratos nativos havaianos como Kalua Pig, Jerky havaiana e Poke.

Este slideshow necessita de JavaScript.

10 – Bali Coconut and Lime Smoked Sea Salt – Island of Bali

sal10bali1

 

Um sal forte que foi defumado sobre cascas de coco e limão das Ilhas de Bali. Vai adicionar um sabor exótico aos pratos diários.

Por ser defumado vai muito bem com carnes em geral. Sendo seu sabor forte e marcante devendo tomar cuidado.

 

 

 

 

 

Anúncios

3 opiniões sobre “O SAL nosso de cada dia.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s