Queijos de nossa Terra, Minas Gerais!!!

Em passagem por Campos do Jordão divisa com Minas Gerais me deparo com dois queijos excepcionais: Queijo Minas padrão temperado e Queijo Minas Serra Estrela.

O primeiro traz toda a maciez de um queijo minas padrão, porém, com um tempero picante de pimenta calabresa, orégano e outras especiarias.

Seu sabor apesar de intenso, não é exageradamente picante. Perfeito para cobrir aquele omelete de nossas manhãs

Outro queijo que tive o prazer de conhecer é o Serra Estrela.

Ao desapercebidos, parece um queijo minas normal. Mas ao cortá-lo, sente-se dentro a maciez de um requeijão. Sim, é isso mesmo!!! Um queijo minas recheado com requeijão fresco.

O queijo minas é realmente um patrimônio cultural impagável. Ele está tão inserido em nossa cultura que as vezes

Romeu e Julieta
Romeu e Julieta (Photo credit: dougphotos)

nos passa despercebidos como temos histórias para contar dele.

Com ele fazemos desde o pão de queijo ao baião de dois. Ou então, uma bela fatia esperando seu Romeu para formar o par na sobremesa mais famosa de sua receita o ROMEU E JULIETA.

Auguste de Saint-Hilaire no século XIX, foi um dos primeiros a descrever sua receita:

“Tão logo o leite é tirado coloca-se nele o coalho, o que o faz talhar-se instantaneamente. O coalho mais usado é o de capivara, por ser mais facilmente encontrado. As fôrmas são de madeira e de feitio circular, tendo o espaço livre interno mais ou menos o tamanho de um pires. (…) O leite talhado é colocado dentro delas em pequenos pedaços, até enchê- las. Em seguida a massa é espremida com a mão, e o leite cai dentro de uma gamela colocada em baixo. À medida que a massa é talhada vai sendo comprimida na fôrma, nova porção é acrescentada, continuando-se a espremê-la até que a fôrma fique cheia de uma massa totalmente compacta. Cobre-se de sal a parte superior do queijo, e assim ele é deixado até a noite, quando então é virado ao contrário, pulverizando-se também de sal a parte agora exposta”.

Hoje apesar da tecnologia e de todas as leis higiênicos sanitárias envolvidas a produção no Brasil, seu processo ainda encontrasse bastante parecido, trocamos o coalho de capivara pelo industrializado, porém a sua essência continua a mesma.

Anúncios

11 opiniões sobre “Queijos de nossa Terra, Minas Gerais!!!”

  1. Simples desde que você entenda de queijos o que, perdoe-me a franqueza, pelos vistos não será verdade caso contrário não postaria pelo menos esse queijo!

    Aquilo que aí é apresentado como queijo “Serra da Estrela” é um produto falsificado, contrafeito, usando ilegalmente uma designação protegida por leis internacionais, o que, pelo que tenho frequentemente observado, parece ser de muito pouca preocupação e até prática comum, no Brasil, em relação a muitos outros produtos alimentares de origem estrangeira.

    “Queijo Serra da Estrela” é uma DOP – Designação de Origem Protegida, de utilização restrita apenas ao queijo produzido em uma região (demarcada) na zona da Serra da Estrela em Portugal. Assim, não existe “Queijo Serra da Estrela” em mais lado algum no mundo, tudo o resto é falsificação, apropriação abusiva do nome e indução ao engano, o que é punível por lei.

    Pela foto, até dou de barato que seja um queijo agradável, poderia até legalmente usar uma nota “Queijo tipo Serra da Estrela, como tantos outros em Portugal usam, quando o fabrico é idêntico porém produzidos fora da região legalmente demarcada.
    Mas neste caso, nem isso lhe é aplicável uma vez que é um queijo de leite de vaca, coalhado com coalho animal!
    Os “Serra da Estrela” (DOP) ou “Tipo Serra da Estrela” são produzidos – apenas e só – com leite de ovelhas – ali criadas e alimentadas,pois os diferenciais do sabor devem-se ao tipo de flora dos pastos da região e no coalho utilizado que é feito a partir de uma infusão de flor de cardo. São comercializados com vários níveis de cura, do mais amanteigado (de entorna), meia-cura (pasta semi-mole) até ao curado já com pasta dura. E jamais embalado em vácuo!!!
    Não é por acaso que o “Queijo Serra da Estrela” (DOP) é considerado um dos melhores queijos do mundo

    Em Portugal, no caso dos queijos semelhantes a este queijo mineiro (que os há às dezenas), a designação usada é apenas “Queijo Amanteigado”!

    http://ptqc.drapc.min-agricultura.pt/documentos/queijo_serra_estrela.htm

    Curtir

    1. Olha, vc não precisa desqualificar ninguém afinal em momento algum lhe desqualifiquei. Ate porque, você não conhece minha pessoa.
      O nome desse queijo é QUEIJO SERRA DA ESTRELA.
      Não falei em momento algum que ele é um queijo tipo serra da estrela. Mas sim seu nome fantasia.
      caso não tenha gostado do nome ou se ache insultado por ter o mesmo nome fantasia que uma denominação de origem, vá ate a ANVISA e denuncie o produto.
      Passar bem e bom final de semana

      Curtir

  2. Quando estou a ser enganado, agradeço que me chamem a atenção e me esclareçam para evitar continuar a ser enganado ou, como no caso, a propagar esse engano, foi o que ali pretendi fazer e não desqualificar ninguém.

    Porém no caso corrente é vc próprio a confirmá-lo e, pior do que isso, manifestar desinteresse em relação ao assunto quando insiste “O nome desse queijo é QUEIJO SERRA DA ESTRELA.”. Obviamente que a sua preocupação em continuar a divulgar produtos falsificados e enganosos é nula, o que ilustra bem o perfil de informação que aqui posta.

    Pior que ser cego é nem estar interessado em ver, mas isso já não é problema meu!

    Apenas lamento o tempo e as pérolas que desperdicei.

    Curtir

  3. Quero juntar o meu protesto ao que aqui já foi postado pelo Miguel, e só tenho pena de não ter encontrado este site mais cedo. Encontrei o mesmo tipo de publicidade ao Queijo Serra da Estrela, no Facebook, como se de facto do original e verdadeiro Queijo da Serra se tratasse…não passa de uma falsificação barata, de publicidade enganosa, uma tentativa de enganar algum incauto que julgue estar a adquirir o verdadeiro Serra da Estrela.

    Talvez a solução seja mesmo alertar as autoridades competentes (ANVISA ou outra qq) sobre o que aqui se está a passar…

    Curtir

    1. Prezado Paulo,
      quanto a publicidade sobre esse queijo ser um produto oficial ao queijo Serra da Estrela realmente desconheço e se for o caso, questões de propaganda enganosa deve ser levada em total consideração. O que eu gostaria que entendessem é que quando comprei o queijo na propaganda não dizia nada sobre ser o queijo português onde seu interior é derretido com uma pasta semi-mole. Tal produção é inteiramente diferente do que escrevi. Tudo bem que seu nome fantasia faz alusão ao tipo de queijo que é produzido.
      Quando consumi em todas as propagandas estava dizendo que era um queijo recheado de requeijão e é isso que eu disse.
      No Brasil ainda não é proibido colocar nomes desde que sejam diferentes e com grafias diferentes. O nome do queijo é Serra Estrela e o queijo chama-se Serra da Estrela.
      Novamente quando passei e experimentei o queijo ninguém fazia a alusão ao queijo português, mas sim a um queijo recheado com requeijão.

      Curtir

      1. Caro Jean Lafond,

        O interior do Queijo da Serra DOP é… DERRETIDO???
        Santa ignorância!!! Vc. ou nada sabe sobre o verdadeiro Queijo da Serra (demasiado pesado para a carteira da imensa maioria dos brasileiros), ou nem sequer sabe o que significa a palavra – derretido!

        Claro que vc não terá dificuldade em ler a língua portuguesa no seu geral, tem sim uma enorme dificuldade em a entender, mas pior do que isso é não entender os conceitos de ética, responsabilidade e, pior, de legalidade,.

        Veja se entende que as designações DOP, entre elas “Serra da Estrela”, estão protegidas por acordos e legislação internacionais – aplicando-se em qualquer país onde a ética seja valor cultural respeitado!

        Porém, na sua pouco ilustrada interpretação – claramente demonstrada em todos os seus comentários anteriores – as leis internacionais não se aplicam ao Brasil… o que nem causa espanto onde a “lei” corrente é a inversa da aplicada à mulher de César!

        A ignorância não é pecado e (quando se quer aprender) tem cura, já a burrice…!

        Curtir

  4. Caro Jean Lafond,

    Acredito que tenha sido induzido em erro, e agido de boa fé quando fez a publicidade a este queijo. no entanto, trata-se de uma burla, uma falsificação barata e uma tentativa de enganar o consumidor ao colocar um nome semelhante e indicar que tem as mesmas características e gosto do original.

    Andei pesquisando na net, e encontrei mais um site em que se fala deste queijo, como se do verdadeiro Serra da Estrela se tratasse.
    Se quiser ler o texto e os comentários, basta acessar este link

    http://oquedoqueijo.com/2014/10/23/queijo-serro-da-estrela/

    Curtir

    1. Entendi Paulo.
      E entendo muito bem seu ponto de vista, mas infelizmente eu não comprei esse queijo que a reportagem do outro site mostra. O nome do queijo que comprei é serra estrela e lá seu vendedor mão faz alusão à queijo português nenhum ele inclusive explica que o queijo se trata de um queijo padrão recheado de requeijão.
      Não sei como anda a empresa nem sei se ela existe mais pois nunca mais encontrei, comprei quando visitava campos de Jordão e o queijo era fabricado na divisa de Minas – são Paulo.
      Talvez a empresa sim tenha agido de má fé. Mas no Brasil, ainda não é proibido colocar nomes desse tipo em seus rótulos e no meu rótulo do queijo que comprei, não fazia alusão à nenhum queijo e sim explicava que era um queijo minas padrão.
      Enfim não posso falar pelas empresas só falo por mim. Desqualificou completamente empresas que fazem propaganda enganosa e detesto esse tipo de marketing agressivo, mas frizo quando comprei o queijo ele era tratado da forma como falei acima.
      Talvez estejamos falando de empresas diferentes que possuam o mesmo nome afinal nome fantasia no Brasil podemos ter empresas distintas com mesmo nome.
      É complexo e entendo sua posição. Depois com mais calma irei alterar o post e buscar mais esclarecimentos sobre as empresas que se chamam SERRA ESTRELA e SERRA DA ESTRELA.
      Espero que tenha compreendido minha posição sobre o assunto.

      Curtir

  5. Prezado Miguel, sou um profissional e acima de tudo um ser humano e não preciso ficar sendo desqualificado dessa forma.
    Gosto dos comentários e acho um espaço democrático e respeitoso onde todos devem postar suas opiniões, desde que não ferimos os valores e opiniões de ninguém.
    Portanto a forma verbal no qual você se relaciona, agride outra pessoas e demonstra a pessoa com falta de caráter que é pelas pessoas a sua volta.
    Dessa forma graças a vocês o espaço democrático acabou, pois existem inúmeras formas de dialogar com as pessoas sem agredi-las e você indiscutivelmente não possui tal aptidão, portanto pessoas de seu trajar devem viver em cavernas onde os seres humanos ainda não possuíam a linguagem da fala e convívio em sociedade como temos hoje.
    Dessa forma, desejo que você tenha um bom dia.

    Curtir

Os comentários estão desativados.