Flavonoides do cacau podem reverter o declínio de memória relacionado à idade

cacau-mateus-pereira-governo-bahia

O autor da matéria a Nutricionista Dr. Alweyd Tesser, escreveu uma reportagem muito interessante publicada na revista Nutritotal

Devemos aumentar o consumo de Flavonoides em nossa dieta, pois eles trazem benefícios importantíssimos para o nosso organismo, tal como: prevenção de doenças e riscos cardíacos.

Mas lembrando que quando falamos flavonoides do cacau, não estou me referindo ao chocolate de cada dia, mas sim ao cacau moído. Apesar de o chocolate amargo e meio amargo possuírem quantidades significativas de cacau, nada melhor que o somente do fruto moído para potencializar o consumo desses flavonoides.

E porque não, trocarmos o açucarado Nescau e Toddy do dia a dia pelo bom e gostoso sabor do cacau?

É rico em flavonoides, você adoça da maneira que desejar, mais barato, mais saboroso e muito mais SAUDÁVEL

a-magia-do-cacau

Segue na integra:

Um estudo publicado na revista Nature Neuroscience estabeleceu que uma disfunção no giro denteado (faixa de substância cinzenta situada entre a fimbria do hipocampo e o giro para-hipocampal) pode ser carreadora do declínio cognitivo relacionado à idade, e que uma intervenção com altas doses de flavonoides do cacau é capaz de reverter esse quadro.
 
Para a primeira parte do estudo, a equipe desenvolveu um Ensaio de Retenção Visual, denominado ModBent, que determinou que o giro denteado (GD) está envolvido na separação padrão de objetos visualmente semelhantes e um exame de ressonância magnética funcional (fMRI), que utilizou a técnica funcional realce de contraste em estado estacionário para criar mapas do hipocampo através do volume sanguíneo cerebral isolado (CBV). Isso permitiu que os dados fossem combinados numa imagem tridimensional, ao invés de ser em fatias. 
Em uma série de experimentos com voluntários saudáveis, os pesquisadores foram capazes de confirmar que o desempenho das funções cognitivas diminuiu com o envelhecimento normal e que a região responsável pelo desempenho dessas funções fica no hipocampo, mais especificamente no GD.
 
Na segunda parte do estudo, 41 indivíduos saudáveis, mas sedentários, com idades entre 50-69 anos, foram aleatoriamente designados para dois grupos. O grupo intervenção 1 (I1) recebeu uma alta dose de flavonoides de cacau (900 mg/dia) e (-)-epicatequina (138 mg/dia), com ou sem exercício aeróbico. O grupo intervenção 2 (I2) recebeu uma baixa dose de flavonoides de cacau (10 mg/dia) e (-)-epicatequina (<2 mg/dia), com ou sem exercício aeróbico. A dieta foi elaborada exclusivamente para o estudo, utilizando um processo patenteado para extrair flavonois de cacau e foi administrado por três meses e os testes neurológicos (fMRI e ModBent) foram realizados antes e depois da intervenção.
 
Os autores afirmam que, de forma inesperada, os exercícios não tiveram impacto sobre os resultados. A análise do exame de ModBent revelou que, independente do exercício, o desempenho melhorou significativamente entre indivíduos aleatoriamente designados para o grupo I1, em um tempo de reação de 1,997 ms vs 2627 ms no grupo I2 (P = 0,038). A intervenção I1 foi associada a uma melhoria do desempenho cognitivo médio de 630 ms.
 
Indivíduos do grupo I1 também tiveram um aumento significativo na CBV em comparação com os indivíduos I2. Este aumento foi associado com mudanças no desempenho no ModBent. 
 
Os autores ressaltam que o estudo não se trata do consumo de chocolate, apesar de terem usado um derivado do cacau, e afirmam que o nutricionista é essencial para pensar em uma combinação de legumes, chás e fontes desses flavonoides que podem ser eficazes para alcançar tais resultados.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s