Arquivo da tag: Aproveitamento de alimentos

Pizza de Quinoa -SEM GLÚTEN

Porque eu gosto dessa pizza?

Primeiro, ela desmitifica

Não que eu tenha achado a pedra santa, pois a receita já existe a muito tempo.

O que eu fiz: fazer com que todos consigam reproduzi-la , pois muitas dessas receitas que via na internet a sua grande maioria não funciona.

Quando fiz a apresentação do meu Workshop no COINE (congresso de nutrição especializada) e quis trazer uma pizza que ao saboreá-la identificasse como uma.

Porém, o mais importante é entender que como a sua base é de amido de milho, sua concepção é uma massa de panqueca sem glúten.

Vamos a receita:

INGREDIENTES:

  • 150g de quinoa crua
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 2 ovos
  • 1 ramo de salsa cortado (opcional)
  • 1 dente de alho esmagado  (opcional)
  • queijo muçarela (para a pizza)
  • molho de tomate (para a pizza)

Modo de preparo:

  • Coloque a quinoa em uma panela com água suficiente para cobrir. Coloque no fogo para cozinhar a quinoa. Ferva por 20 minutos aproximadamente, ou até que ela esteja cozida e deixe esfriar.
  • Em uma tigela, coloque a quinoa cozida, os ovos, 450ml de água, o azeite, sal e a salsa picada. Misture tudo muito bem.
  • Despeje em uma forma de pizza antiaderente untada com azeite e amido de milho.
  • Coloque no forno a 250ºC, até assar a massa.
  • Retire do forno e coloque o recheio que desejar e coloque novamente no forno.

Importante: tentei em diversas formas de diferentes tipos e a única que consegue fazer sem grudar é realmente na formas de teflon. Por isso recomendo nelas, caso contrário irá ficar grudado.

Anúncios

Bolo Fluffy de banana 100% integral!!!

IMG_5775

Vocês devem estar se perguntando, o porque o fluffly no bolo!

A ideia de chamar ele de fluffy veio de tentar fazer um bolo integral que fosse mais macio do que os convencionais.

Não que eu tenha inventado a roda, afinal fazer bolo de banana está longe de ser inventado nos dias de hoje.

O cerne primal de fazer o bolo também é chamar a atenção de vocês para fazer mais preparações integrais. Mas não basta colocar farinha de trigo integral no bolo e sorrir para o universo!!! Tem que entrar no X do integral…

É usar todos as matérias primas em seu moto integral na sua integralidade!!!

Culturalmente tiramos as cascas de muitos alimentos que eles poderiam ir necessariamente com a casca que iriam ficam tão gostosos quanto!

Mas vamos a receita!!!

Ingredientes:

  • 400 g de farinha de trigo integral
  • 200 a 250g de açúcar mascavo ou demerara
  • 3 ovos
  • 40ml de azeite
  • 3 a 4 bananas com casca
  • 20g de fermento químico (2 colheres de sopa cheias)
  • 1 colher de café de sal

Preparo:

Separar as gemas das claras. Bater as claras até em ponto de claras em neve e reservar.2015-05-16 17.50.50

Em uma batedeira, colocar todos os ingredientes menos as claras em neve e a banana.

Bater tudo até ficar uma massa homogênea.

Cortar as bananas em rodelas com casca e tudo (usar uma boa faca de serra ou então uma faca afiada para isso, mas atenção: lave muito bem as bananas antes. deixando-as de molho em solução hipoclorito e depois lavar muito bem com uma esponja macia e sabão, afinal você estará comendo a casca da fruta)

adicionar a mistura na batedeira e bater bem. Tome cuidado para não desmanchar todas as bananas deixando a massa com pedaços de banana para caracterizar o bolo como tal.

Agora adicione as claras em neve na cuba da massa e ir volvendo as poucos até misturar a massa por completo (se misturar muito forte irá perder as claras em neve e o bolo não ficará FLUFFY. 😦

Caso deseje deixá-lo mais macio adicione ao bolo mais 1 a 2 claras!

Colocar em forno médio e em forma untada por aproximadamente 40 minutos.

Espero que tenham gostado.

A ideia partiu de fazer um bolo o máximo possível sem industrializados chegando ao mais próximo do bolo caseiro que os nossos antepassados faziam quando não existia todos os nossos alimentos refinados e industrializados!!!

Reclamações de plantão: o bolo não fica muito doce!!! ele não está dão docinho!!! foi feito exatamente para ser assim, sem muito açúcar, pois no passado açúcar era artigo de luxo e os nossos bolos antigamente quase não eram adoçados. Usava-se muito o suco de algumas frutas para adoçar o bolo ou a preparação.

O bolo não está tão fofinho assim!!! É impossível fazer uma preparação sem produtos refinados e deixá-lo da mesma maneira que os refinados, portanto: bolo integral, jamais será igual ao bolo com farinha branca. Acontece que nele estamos usando uma farinha que nos faz algum bem… Já a farinha branca de nada nos trás.

Considerem essas questões na hora de comer algum produto integral!!!

IMG_5777

Decorando com Temperos. Uma ideia criativa e gostosa

Vamos decorar nossas casas com alimentos?

A magia da Natureza está nos detalhes que somente ela pode nos proporcionar.

Deixar um tempero crescer dentro de uma taça de vidro ou mini vasinho pode ser um excelente elemento decorativo e ainda por cima, de tempos em tempos, ainda pode comer a decoração.

Vejam como fica fácil:

1 – Cebolinha:

Como fazer: Mergulhando-as em um copo com água, que deve ser trocada todos os dias, em breve, você contará com uma plantação de cebolinhas hidropônicas

2 – Alho:

2alho

o alho, apesar de você não conseguir aproveitar o dente, suas folhas que crescem dão um excelente tempero e sabor marcante de alho e fica lindo na janela da sua casa também.  Suas folhas vão muito bem com, carnes cozidas, batatas e legumes em geral.

Como fazer:  Se você mergulhar os dentes de alho em um copo com um pouco de água (sem cobri-los) e trocá-la sempre que ela ficar turva, logo irá se deparar com os brotos de alho. Em dez dias você já poderá cortar.

3 – Manjericão

5manjericao

O manjericão dá um pouco mais de trabalho para se fazer, porém fica muito delicado em cima de um móvel solitário ou em uma prateleira.

Como fazer:  Separe um galhinho do manjericão e corte com uma faca de lâmina afiada logo abaixo dos nós (de onde saem novas folhas e galhos), deixando a muda com cerca de 10cm de altura. Tire todas as folhas dos galhinhos, deixando apenas as da parte superior. Mergulhe-os em um copo cheio de água, deixando apenas as folhas para fora. Mantenha o copo em um local fresco, mas que bata a luz do Sol, e troque a água de vez em quando. Raízes vão nascer e quando atingirem cerca de 5cm de altura, separe cada galhinho em um novo copo. Cuide para que as plantas tomem cerca de 6h de Sol por dia. Demora um pouco, aproximadamente 45 dias mas ficarão lindos.

Com isso ainda conseguimos alguns temperos orgânicos que irão ir além de uma decoração qualquer. Poderá comer e temperar suas comidas e sempre terá novos sabores em sua mesa.

Folhas de cenoura – Uma maravilha esquecida pelos tempos modernos

folha-de-cenoura-620x407

Lembro quando antigamente, há muito tempo, ia na feira do bairro peixoto em Copacabana e tinha um feirante que sempre trazia suas cenouras com suas folhas. Na época, não me dava conta da maravilha que ele vendia e não sabia.

Hoje apesar de raros de serem encontradas nos supermercados, acha-se ainda com certa facilidade em feiras livres e principalmente as de orgânicas.

Se for comprar, prefira sempre as orgânicas por serem mais benéficas a nossa saúde.OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Porém existe uma maneira muito fácil de fazê-las, basta cortar suas bases em um pote de plastico com uma camada de fio de água e pronto, colocar na janela e esperar a mãe Natureza fazer todo seu magnífico trabalho.

As folhas de cenouras, além de possuírem muita fibras são ricas em vitamina C e Beta Caroteno, transformando-as em um alimento extremamente nutritivo e muito saboroso. Aliados a uma salada, você conseguirá enriquecer um prato e ainda dar um leve toque desse incrível sabor.

a17tb03

Não tem salsa? utilize as folhas de cenoura como uma falsa salsa que ficara delicioso. Suas folhas quando picadas assemelham-se a salsa, ficando muito parecido.

crop_carrot

As folhas de cenouras vão muito bem como saladas, e deixam um leve gosto crocante nelas. Experimente nessa deliciosa salada de folhas rusticas com alface roxa, alface americana, folhas de cenoura e chicória. Basta adicionar um delicioso Sour Cream que fica perfeita.

salada com folhas de cenoura

A incrível variedade de pratos que podemos criar com esse alimento me surpreende. Podemos fritar suas folhas e fazermos uma deliciosa tempura de folhas de cenoura.

A receita básica de massa de tempura é: (com essa massa você também poderá fazer bolinhos de cenoura)

Ingredientes:

  • 01 ovo
  • 01 xícara de água gelada
  • 01 xícara de farinha de trigo peneirada
  • sal e pimenta para temperar

Preparo:

Numa tigela média junte o ovo e a água e mexa bem; junte a farinha de trigo, aos poucos, mexendo bem. Utilize a massa enquanto ainda está fresca.

Dicas para a fritura:

  • Para verificar a temperatura apropriada, deixe cair um pouco da massa no óleo quente. Se a massa mergulhar até a metade do nível do óleo e voltar à superfície a temperatura está ideal.
  • Quando estiver retirando a fritura do óleo, não sacuda. Simplesmente, mantenha um pouco acima do óleo por alguns instantes, até que escorra.

Bolinho-de-Cenoura-com-Folhas

Snacks de Pão com queijo

Snack de pão com queijo

Perfeitos para aqueles dias onde chega aquela visita surpresa em sua casa. pão recheado
Você olha a geladeira e… decepção não tem nada para servir.

A receita é simples e fácil.

Você irá precisar de:

– Pão italiano
– Fatias de queijo
– azeite de oliva
– salsa ou cebolinha picados
– sal a gosto

PREPARO:

– cortar o pão longitudinalmente sem chegar até o final de sua base;
– colocar dentro das arestas, fatias de queijo a sua escolha;
– cortar o pão a fim de fazer pequenos quadrados;
– regar com azeite e jogar por cima temperos picados;
– salpicar com um pouco de sal;
– levar ao forno alto, até que o queijo derreta-se por completo

Sobrou Risoto? Faça uma deliciosa Lula recheada

8 - IMG_2532

Uma receita fácil, prática e muito saborosa de se fazer, Lulas recheadas de Risoto

Lulas combinam com muitos ingredientes e são muito versáteis. Podendo gerar infinitos pratos.

Ensino assim, uma receita de reaproveitamento do risoto ou arroz que sobrou do dia anterior, de uma maneira prática e saborosa.

Usei nessa receita um risoto de cogumelos frescos feito em minha casa que sobrou do dia anterior, então decidi reaproveitar fazendo um novo prato e compartilho com vocês.

Caso venha a utilizar arroz branco, convém refogá-lo com algum insumo a mais como por exemplo abobrinhas picadas e colocar uma boa camada de queijo parmesão, para dar liga ao arroz. O arroz branco para recheio não deve ficar muito soltinho, senão cairá para fora das lulas quando cortado.

Vamos aos trabalhos…

  • Basta pegar lulas frescas, previamente limpas. Recheá-las com o risoto ou qualquer outro tipo de insumo de sua preferência;
  • Após recheadas, espetar um palito de dentes na base da lula a fim de os ingredientes fiquem dentro da lula.

Obs.: não colocar muito recheio na lulas, pois as lulas poderão romper-se  quando coccionadas.

  • Temperar as lulas com sal e pimenta do reino;
  • Em uma frigideira bem quente, introduzir fios de azeite e delicadamente colocar as lulas;
  • Dourá-las, virando-as  ara não queimarem;
  • Fazer um bom molho de tomate;

Caso não deseje ter trabalho pode-se utilizar um molho de tomate pronto do tipo Pelatti e adicione folhas de manjericão picadas, pimenta e sal;

  • Colocar as lulas para cozer por aproximadamente 5 minutos.

obs.: Não cozer muito as lulas, caso contrário vocês terão solas de borracha recheadas com risoto.

  • Agora, basta servir regando com uma boa quantidade do molho de tomate