Arquivo da tag: farinha de trigo integral

Pão integral fresquinho!!!

A receita de hoje é um pão integral 70% que sempre faço aqui em casa. Dificilmente compro pão de forma ou francês, prefiro sempre fazer meus pães.

Assim sei exatamente a procedência deles e fora que, acordar pela manha com um pão fresquinho e quentinho é muito mais gostoso.

Nesse pão utilizo 70% de farinha integral e 30% de farinha de milho. Porém,  podem substituir pelos 30% de ferinha branca.

Mas porque farinha integral?

É mais saudável, é rica em fibras, é rica em minerais no qual a farinha branca não tem. Prefiro ficar com a integral.

O pão fica com gosto de amêndoas e castanhas torradas, por conta do próprio sabor da farinha.

Ingredientes

  • 350g de farinha de trigo integral
  • 150g de farinha de milho fina (fubá)
  • 40g de açúcar demerara ou mascavo
  • 40g de azeite virgem ou extra virgem
  • 5g de sal
  • 15g de fermento biológico fresco ou7g de fermento seco
  • 250 a 300ml de água (aproximadamente)

Modo de preparo:

Misture todos os ingredientes com exceção da água.

Vá introduzindo a água aos poucos até ficar uma massa bem homogênea. Tome cuidado para não colocar os 300ml de água de uma vez só. Pois em alguns casos a massa não necessita de tanta água assim. Se colocar muita água, 2015-05-14 22.01.14você terá que acrescentar mais farinha de trigo para dar ponto na massa novamente.

Depois de formar uma massa homogênea onde ela desgrude da mão, solve a massa por aproximadamente 15 a 20 minutos. Esse tempo é importantíssimo pois o trigo integral possui muita fibra e exige uma sova mais longa. Caso contrário, terá um pão borrachudo.

Faça uma grande bola com a massa, e deixe-a descansar por aproximadamente 20 minutos.

Depois disso, faça 3 bolas menores tomando o cuidado para deixar a massa bem homogênea e sem “rasgos” na hora de bolear (no caso, eu fiz formato padrão de pão mesmo).

Coloque em uma assadeira untada levemente com azeite e deixe fermentar por aproximadamente 3 a 4 horas (ou até que atinjam 2,5 x o tamanho original), em um local fresco e arejado, com um pano ligeiramente úmido por cima do pão.

Antes de assar, coloque o forno no máximo por 10 minutos.

Colocar os pães no forno e deixar assá-los em temperatura máxima por 10 minutos. Depois disso, abaixar a temperatura para 180 a 200ºC por mais 20 minutos aproximadamente.

O pão estará pronto quando formar uma leve casca amarronzada por cima dele.

2015-05-15 07.48.05

Anúncios

Empresas que vendem produtos Integrais terão de ser mais transparentes!!!

paes

Finamente, uma ação pública para deixar a “casa” dos produtos industrializados no Brasil um pouco mais arrumada.

As empresas fabricantes de pão integral, terão até 180 dias para colocar a porcentagem de farinha integral em suas embalagens.

Tal motivação surgiu de promotor Pedro Rubim, da Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva e do Consumidor do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), onde foram observadas diversas denuncias sobre consumidores questionando a quantidade de farinha integral dentro da formulação de seus pães. Eu inclusive já tentei diversas vezes com as marcas supracitadas no artigo e jamais me deram uma resposta exata da quantidade, sempre diziam que tal formulação era segredo devido a receita do produto, tudo isso para mim é desculpa muito das esfarrapadas.

Infelizmente, as empresas se baseiam em uma resolução, a  263/2055, que regulamenta produtos à base de cereais, amidos e fatinhas , realmente, não estabelece quantias mínimas para alegação de que o produto é integral. “Dessa forma, se o produto utiliza qualquer quantidade de farinha integral em sua composição, a rotulagem alegará que há farinha integral em sua formulação”, explica a nota da reguladora.

A questão tomou tanta relevância que já tramita no Congresso Nacional o projeto de lei 5.081/2013, do deputado Onofre Santo Agostini (PSD/SC), que estabelece que para se intitular integral, o produto terá que apresentar em sua composição mais de 51% de grão integrais. O projeto já passou pela Comissão de Desenvolvimento Econômico e Comércio da Câmara dos Deputados, onde teve parecer favorável e ganhou um substitutivo, inclusive com acréscimo sugeridos pela Anvisa, como a ampliação dos parâmetros a outros produtos integrais como bolos, biscoitos, macarrão e até as próprias farinhas. A reguladora também sugere que a lei preveja uma punição por descumprimento. Agora o texto está na Comissão de Defesa do Consumidor, explica o autor do projeto Agostini.

Vamos ver se as empresas cumprem com o prometido!!!