Arquivo da tag: Nutrição e Gastronomia

Decorando com Temperos. Uma ideia criativa e gostosa

Vamos decorar nossas casas com alimentos?

A magia da Natureza está nos detalhes que somente ela pode nos proporcionar.

Deixar um tempero crescer dentro de uma taça de vidro ou mini vasinho pode ser um excelente elemento decorativo e ainda por cima, de tempos em tempos, ainda pode comer a decoração.

Vejam como fica fácil:

1 – Cebolinha:

Como fazer: Mergulhando-as em um copo com água, que deve ser trocada todos os dias, em breve, você contará com uma plantação de cebolinhas hidropônicas

2 – Alho:

2alho

o alho, apesar de você não conseguir aproveitar o dente, suas folhas que crescem dão um excelente tempero e sabor marcante de alho e fica lindo na janela da sua casa também.  Suas folhas vão muito bem com, carnes cozidas, batatas e legumes em geral.

Como fazer:  Se você mergulhar os dentes de alho em um copo com um pouco de água (sem cobri-los) e trocá-la sempre que ela ficar turva, logo irá se deparar com os brotos de alho. Em dez dias você já poderá cortar.

3 – Manjericão

5manjericao

O manjericão dá um pouco mais de trabalho para se fazer, porém fica muito delicado em cima de um móvel solitário ou em uma prateleira.

Como fazer:  Separe um galhinho do manjericão e corte com uma faca de lâmina afiada logo abaixo dos nós (de onde saem novas folhas e galhos), deixando a muda com cerca de 10cm de altura. Tire todas as folhas dos galhinhos, deixando apenas as da parte superior. Mergulhe-os em um copo cheio de água, deixando apenas as folhas para fora. Mantenha o copo em um local fresco, mas que bata a luz do Sol, e troque a água de vez em quando. Raízes vão nascer e quando atingirem cerca de 5cm de altura, separe cada galhinho em um novo copo. Cuide para que as plantas tomem cerca de 6h de Sol por dia. Demora um pouco, aproximadamente 45 dias mas ficarão lindos.

Com isso ainda conseguimos alguns temperos orgânicos que irão ir além de uma decoração qualquer. Poderá comer e temperar suas comidas e sempre terá novos sabores em sua mesa.

Flavonoides do cacau podem reverter o declínio de memória relacionado à idade

cacau-mateus-pereira-governo-bahia

O autor da matéria a Nutricionista Dr. Alweyd Tesser, escreveu uma reportagem muito interessante publicada na revista Nutritotal

Devemos aumentar o consumo de Flavonoides em nossa dieta, pois eles trazem benefícios importantíssimos para o nosso organismo, tal como: prevenção de doenças e riscos cardíacos.

Mas lembrando que quando falamos flavonoides do cacau, não estou me referindo ao chocolate de cada dia, mas sim ao cacau moído. Apesar de o chocolate amargo e meio amargo possuírem quantidades significativas de cacau, nada melhor que o somente do fruto moído para potencializar o consumo desses flavonoides.

E porque não, trocarmos o açucarado Nescau e Toddy do dia a dia pelo bom e gostoso sabor do cacau?

É rico em flavonoides, você adoça da maneira que desejar, mais barato, mais saboroso e muito mais SAUDÁVEL

a-magia-do-cacau

Segue na integra:

Um estudo publicado na revista Nature Neuroscience estabeleceu que uma disfunção no giro denteado (faixa de substância cinzenta situada entre a fimbria do hipocampo e o giro para-hipocampal) pode ser carreadora do declínio cognitivo relacionado à idade, e que uma intervenção com altas doses de flavonoides do cacau é capaz de reverter esse quadro.
 
Para a primeira parte do estudo, a equipe desenvolveu um Ensaio de Retenção Visual, denominado ModBent, que determinou que o giro denteado (GD) está envolvido na separação padrão de objetos visualmente semelhantes e um exame de ressonância magnética funcional (fMRI), que utilizou a técnica funcional realce de contraste em estado estacionário para criar mapas do hipocampo através do volume sanguíneo cerebral isolado (CBV). Isso permitiu que os dados fossem combinados numa imagem tridimensional, ao invés de ser em fatias. 
Em uma série de experimentos com voluntários saudáveis, os pesquisadores foram capazes de confirmar que o desempenho das funções cognitivas diminuiu com o envelhecimento normal e que a região responsável pelo desempenho dessas funções fica no hipocampo, mais especificamente no GD.
 
Na segunda parte do estudo, 41 indivíduos saudáveis, mas sedentários, com idades entre 50-69 anos, foram aleatoriamente designados para dois grupos. O grupo intervenção 1 (I1) recebeu uma alta dose de flavonoides de cacau (900 mg/dia) e (-)-epicatequina (138 mg/dia), com ou sem exercício aeróbico. O grupo intervenção 2 (I2) recebeu uma baixa dose de flavonoides de cacau (10 mg/dia) e (-)-epicatequina (<2 mg/dia), com ou sem exercício aeróbico. A dieta foi elaborada exclusivamente para o estudo, utilizando um processo patenteado para extrair flavonois de cacau e foi administrado por três meses e os testes neurológicos (fMRI e ModBent) foram realizados antes e depois da intervenção.
 
Os autores afirmam que, de forma inesperada, os exercícios não tiveram impacto sobre os resultados. A análise do exame de ModBent revelou que, independente do exercício, o desempenho melhorou significativamente entre indivíduos aleatoriamente designados para o grupo I1, em um tempo de reação de 1,997 ms vs 2627 ms no grupo I2 (P = 0,038). A intervenção I1 foi associada a uma melhoria do desempenho cognitivo médio de 630 ms.
 
Indivíduos do grupo I1 também tiveram um aumento significativo na CBV em comparação com os indivíduos I2. Este aumento foi associado com mudanças no desempenho no ModBent. 
 
Os autores ressaltam que o estudo não se trata do consumo de chocolate, apesar de terem usado um derivado do cacau, e afirmam que o nutricionista é essencial para pensar em uma combinação de legumes, chás e fontes desses flavonoides que podem ser eficazes para alcançar tais resultados.

Por que as Frangos de hoje em dia são tão maiores que antigamente?

A reportagem publicada no Brasil Post, me deixou preocupado de como o caráter mudano estamos tratando, algumas questões da Terra.

O estudo, feito pela: Poultry Science, Advanced Access, 2014) (“O crescimento, a eficiência e a produtividade de frangos de corte para fins comerciais, a partir de 1957, 1978 e 2005”)

A reportagem, que aparentemente é inocente, esconde um por trás um pensamento obscuro de nossa sociedade.

Será que temos de achar natural que um frango de 900g fique com quase 4kg? E simplesmente não acontece nada demais com ela.

Será que temos de achar normal tal modo como selecionamos e criamos os animais?

Estamos criando verdadeiras aberrações para a biologia e achando lindo e maravilhoso. Afinal, o alimento é seguro e sem riscos para a saúde pois tem baixo índice de gorduras e não contêm hormônios. A partir daí, podemos aumentar o tamanho dos animais até o “ad infinitum”.

Dentre as diversas mensagens subliminares que posso observar nessa simples “maravilha genética” é o fato que os frangos ficam tão pesados que, mal conseguem andar a uma distância maior do que 1m², o que para os criadores é perfeito. Afinal, não dão mais trabalho e podemos engordar-los ao máximo e o melhor de tudo: assegurando a qualidade dos seres humanos pois não contem hormônios.

Não, realmente não acho isso tudo normal. Acho que estamos criando verdadeiros monstros RICOS EM PROTEÍNAS E POBRES EM GORDURAS. Estamos desconstruindo o que a natureza demorou milhares de anos com a sua sapiência milenar e jogando pelo ralo e nos vangloriando de nossos feitos tecnológicos soberbos.

Como diríamos: vive la science”

Pão de Forma Integral Caseiro e ainda light

Pão de forma4

Essa receita é daquelas que vocês poderão fazer sem erro e sem medo.

Diferente das receitas tradicionais de pães, essa é só misturar tudo e esperar o fermento fazer seu trabalho.Pão de forma1

Coloquei o light na receita porque apesar da receita original não possuir o termo, ela sim é bem light pois leva pouca quantidade de gordura.

Vamos a receita:

  • 480g de farinha da trigo branca
  • 480g de farinha de trigo integral
  • 10g de sal
  • 80g de açúcar demerara
  • 1 envelope de fermento biológico seco
  • 50g de manteiga (temperatura ambiente)
  • 570 a 620ml de água morna

Preparo:

  • Em uma tigela grande misturar: as farinhas, o sal, o açúcar, o fermento e a manteiga.Pão de forma2
  • Aos poucos vá colocando a água morna na mistura de farinha e vá mexendo aos poucos a massa. A quantidade de água estará boa quando a massa começar a desgrudar de sua mão.
  • Em um canto de mesa limpo, retire a massa da tigela e comece a sovar a massa delicadamente por aproximadamente 15 minutos.
  • Recoloque novamente a massa já sovada na tigela e deixe-a descansar por aproximadamente 20 minutos em um local quente.
  • Retire a massa da tigela e com uma balança, faça bolas de 600g de massa aproximadamente.
  • Faça pequenos rolos com a massa e coloque na forma de bolo inglês. Salpique farinha de trigo por cima da massa e deixe-a descansar por aproximadamente 2 horas
  • Coloque as formas no forno quente a 180ºC. Quando formar a crosta marrom em cima da massa, desligar o forno e deixar ele por mais meia hora (tome cuidado para a parte de cima não ficar muito escura e queimada), dessa forma o seu pão de forma ficará bem sequinho.
  • Retire do forno e deixe-o esfriando para exalarem os vaporem.

Observação: guarde sempre na geladeira, pois a receita não leva nenhum tipo de conservantes. Dessa forma irá Pão de forma3conservar melhor o seu pão.

Muito pão para pouca gente? Simples de resolver. Corte seu pão de forma em fatias, embale-os de dois em dois e congele-os. Quando quiser saborear um pão perfeito e com cara que saiu do forno, basta colocar no microondas por 30 segundo aproximadamente.

 

DICA de Sucesso, seja um empreendedor FUNCIONAL!!!

A um tempo atrás, escrevi um post sobre como ser bem sucedido tendo uma empresa que venda “saúde”  nas redes sociais. Bastava tirar fotos nas redes sociais de biquíni em frente ao espelho e mostrar fotos de saladas. Atras disso tudo, bastava colocar o endereço de sua loja virtual de seus produtos tais como: bolsas, calças tipo leg, shakes e complementos vitamínicos.

Agora essa moda ficou um pouco mais em baixa, embora ainda não deixem de existir diversos exemplos que não convém salientar aqui.

Hoje o marketing virou os holofotes para outro lado no mundo da nutrição!!!

Entramos na era dos “tudo FUNCIONAL”

Porque funcional agora virou estratégia de marketing para tudo e todos os tipos de alimentos em todo o planeta Terra. Dessa forma a Nutrição Funcional que é uma abordagem completamente científica e metodológica está tendo seu termo “usurpado” por muitos de uma forma completamente arbitrária e sem nexo.

Conforme alguns autores, a definição de alimentos funcionais é simples e objetiva. E que a partir dela, abre-se um leque muito grande de alimentos. E todos com diversas alegações e infinitos usos. Apesar de não existir uma definição universal, existe um consenso:

“Alimentos funcionais são aqueles que contêm em sua composição, substâncias nutrientes ou não nutrientes, capazes de modular as respostas metabólicas do indivíduo, que resultam em maior proteção e estímulo à saúde”

Os primeiros estudos sobre alimentos que evidenciavam algum benefício à saúde foram de caráter epidemiológico, nele apontou-se algumas correlações. Tais como:

Consumo cotidiano de produtos de tomate que são ricos em licopeno, foi associado com a reduzida incidência de câncer de próstata (Giovanucci, 1999);

A ingestão elevada de chá verde ou chá preto, os quais são ricos em polifenóis, foi correlacionada à baixa incidência de câncer no aparelho digestório (Blot et alli, 1996);

A fibra alimentar, utilizada em grande proporção na dieta de algumas populações indígenas da África do Sul, foi utilizada para explicar a menor incidência de várias doenças do intestino, inclusive câncer de cólon e de reto (Cleave, 1974);

Pesquisas é o que não faltam nesse campo. Mas onde eu quero chegar com tudo isso???

É que o pessoal de Marketing descobriu o maior “filão” da atualidade.uvascomchocolate

É vender tudo e qualquer coisa com o RÓTULO DE FUNCIONAL.

Daqui a pouco iremos ver uma etiqueta nos tomates com os seguintes dizeres: Este alimentos é funcional!!!

Mas a “pornografização” da palavra funcional não para por ai.

Já vi de tudo para se vender algum produto sendo esse com alegações funcionais. Não que eles estejam errados,
pois realmente vendem produtos que contém em sua elaboração alimentos funcionais. vou citar alguns como exemplo:

Uva Passa com chocolate branco (claro né gente. A uva possui resveratrol e por isso podemos consumir esse alimento funcional)balsamico

– biscoitinho de goiaba (óbvio né pessoal, afinal o doce de goiaba a famosa goiabada tem bastante licopeno e com isso podemos considerar ele funcional)

– Vinagre balsâmico  (como não pensei nisso antes… imaginei agora um monte de resveratrol dentro do balsâmico envelhecido)

Madeleines funcionais (tão na cara né… de agora em diante todas as minhas madeleines serão funcionais. basta eu introduzir o óleo de coco para deixa-las ainda mais funcional)

– cursos de culinárias em profusão, afinal basta fazer uma pizza e colocar tomate para que esta vire funcional!!!

“Enfim, o que quero dizer é que os alimentos funcionais são, na verdade, “ingredientes” que devem ser inseridos diariamente nas refeições visando melhoria da saúde. Porém, o fato de um produto conter um “ingrediente” funcional não exime de forma alguma o fato dele conter alto índice de gordura ou carboidrato, por exemplo.”

Acho injusto com milhares de profissionais no mercado que fazer milhares de preparações saudáveis em seus GASTRONOMIA-FUNCIONAL-MARCELO-FACINIlocais de trabalho e simplesmente não são rotulados como funcionais.

É egoismo de nossa parte rotularmos nossos produtos como funcionais, quando estamos falando de alimento.

Ao fazermos um sanduíche de tomate com linhaça e queijo branco um rótulo de funcional, estaremos tratado a alimentação como MERCADORIA.

E ao fazermos dessa forma estamos retirando o alimento do status quo ALIMENTO UM DIREITO A TODOS!!!

Sejamos profissionais de saúdes mais conscientes.